Morando com o inimigo… Traumatismo dental em crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Logo logo chegam as férias!!! E nessa época de folga e brincadeiras…
“Aiii… Que pena! Quebrou um dente e justo o da frente!”  Essa é a primeira coisa que as mães escutam quando o dente do filho aparece quebrado no sorriso… A segunda é “como foi que ele quebrou?”

Pois é… Essa última é parecida com a pergunta de muitos estudos que investigam o chamado fator de risco e que pode ser conceituado como , “qualquer situação que aumente a probabilidade de ocorrência de uma doença ou agravo à saúde”.

Quando nós abordamos fatores de risco em traumatismo dentário, podemos pensar em fatores intrínsecos como os identificados no artigo publicado no Dental Traumatology em 2012 por Bonini et al, (meus amigos 😀 : Gabriela Bonini, Marcelo Bonecker, Mariana Braga e Fausto Mendes). Nesse estudo, os autores apontaram como fator de risco importante para o trauma pacientes com sobressaliência aumentada e mordida aberta anterior quando acompanhadas por falta de selamento labial passivo.

No ano passado foi publicado um artigo do grupo da Pós Graduação em Odontologia da Universidade Cruzeiro do Sul, por Habibe et al. (Rosilea Habibe, eu, Michele Diniz, Renata Guaré e orientado pela Profa Maria Teresa Botti), que reportou fatores de risco em traumatismo dentários em crianças com TEA (Transtorno do Espectro Autista). Foram abordados fatores relacionados ao meio ambiente e não às características fenotípicas da criança, como no artigo da Gabriela.

Nessa amostra, as crianças com TEA exibiram fatores de risco diferentes dos das crianças normorreativas e a maior frequência de quedas foi dentro de casa em atividades rotineiras. Ou seja, as orientações para os cuidadores das crianças com TEA é que eles devem focar suas atenções preventivas principalmente nas características do ambiente doméstico e rotina da criança. O tapetinho do banheiro pode ser o culpado… :/
Aqui entra o papel do Odontopediatra e sua importante função de educar para prevenir.

Fica a sugestão de leitura do artigo para o aprofundamento do assunto 😉  Habibe RC, Ortega AO, Guaré RO, Diniz MB, Santos MT. Risk factors for anterior traumatic dental injury in children and adolescents with autism spectrum disorders: a case-control study. Eur Arch Paediatr Dent. 2015 Oct 8

E que bicicleta, bola, piscina ou mesmo brincadeiras dentro de casa sejam sempre motivos de alegria e não dentes quebrados… :/

Até a próxima!

© Copyright 2013 CorbisCorporation

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s