Gravidez, Odontologia e as informações…

E novamente tivemos informações equivocadas sobre Odontologia divulgada em revista voltada p o público leigo… 😦
A nossa Associação Brasileira de Odontopediatria rapidamente se posicionou e emitiu nota em redes sociais – vide texto abaixo. Recentemente foi criado na ABO o “Departamento de Odontologia para Gestantes, Puérperas e Neonatos”, que está sob a responsabilidade dos Professores Sandra EcheverriaFlavia KonishiGabriel Politano. Trio super atuante nessa área!   A propósito, vc é sócio da ABO? Eu sou!! 😀

Entendo que deva ser difícil para o jornalista identificar profissionais de outra área, no caso a da saúde, que tenha expertise no assunto que eles abordam. Mas vejo tantas informações questionáveis nas matérias… O que nos cabe, colegas? Estudar e procurar as informações mais confiáveis. Educar pacientes faz parte do nosso trabalho. Bato muito nessa tecla!! De um em um? De um em um! E sem esmorecer!!! #trabalhodeformiguinha 😀

Portanto, vamos divulgar os esclarecimentos da ABO!

gestante 2

Veja a reportagem em: http://danielalemes.com.br/…/duvidas-sobre-gravidez-claudi…/

Resposta da ABO sobre a matéria:

“O Departamento de Odontologia para gestantes, puérperas e neonatos da ABO gostaria de se posicionar de forma veemente naquilo que considera um dos maiores motivos para o receio de algumas gestantes com o dentista: a falta de cuidado nas publicações sobre o assunto. Tivemos acesso a publicação da revista “Claudia Filhos” onde pudemos constatar a falta de um profissional competente para emitir opinião sobre um assunto tão específico como a saúde bucal na gestação. Em resumo, e corrigindo a publicação de forma científica, pode-se garantir que:
1 – Toda gestante não só pode como deve visitar o dentista.
2 – Toda gestante deve realizar todos os tratamentos que envolvam infecções, como o referido tratamento de canal.
3 – o anestésico local que apresenta eficiência deve conter vasoconstritor.
4- poucas gestantes, com doenças muito específicas, devem evitar o uso do vasoconstritor para o tratamento odontológico. Essa decisão só será tomada após anamnese específica.
5 – o efeito do vasoconstritor à distância é mínimo e calculado, de modo que não interfere na saúde da gestante saudável, nem do feto, nem estimula contrações uterinas. A epinefrina 1:100.000 é a primeira opção para as gestantes saudáveis.
6 – Deve-se continuar abordando o assunto em revistas afins, mas com suporte profissional adequado.”

Mudando de assunto…

Ontem tivemos com colegas na sexta  edição do curso: DTM, Bruxismo e Evidências Científicas em Odontopediatria, na Fundecto – Fousp.  Gente de muitos locais e até de outros estados que vieram especialmente para o curso. Muito legal…  Obrigada pessoal!!! Foi ótimo estar com todos vocês!!
O próximo aqui em São Paulo será em outubro. Breve darei mais detalhes 😉

Até a próxima e #vamoquevamo!!! 😀

 

sexta edição curso fundecto
Eu, o Fausto e a galera que esteve conosco ontem! OBG!!! \o/
Anúncios

2 comentários sobre “Gravidez, Odontologia e as informações…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s