Barulhento, misterioso e do sono

Ele não foi assunto badalado de revista ultimamente mas tb tem seus predicados…
Bruxismo do sono e suas características… Muitas confusões, muitas lacunas de conhecimento a serem preenchidas em todas as áreas e muito diagnóstico errado… Principalmente em crianças!

Estava lendo um artigo  muito bacana do ponto de vista metodológico, mas  chega na hora do diagnóstico do bruxismo… Ploft! Cai no mesma fragilidade, que se tornou quase norma em pesquisas nessa área.  Uma revisão sistemática de boa qualidade (sim, existem revisões não tão boas… :/  ) sobre o assunto é de Manfredini et al, 2013 (Leiam…). Os autores reportam  uma faixa ampla na porcentagem do frequência do bruxismo infantil (3,5 a 40.6%!!) , e atribuem esta disparidade ao diagnóstico. E em crianças dependemos do relato dos pais e cuidadores…

mãe dormindo cri

O relato do pais está sujeito apenas à percepção do indivíduo que vai responder (geralmente a mãe) e pode não ser fidedigno. Apenas o adulto que mora e partilha horas de sono com a criança poderia responder.
Mas… a hora de dormir da criança também é a hora de dormir dos adultos… Será que podemos acreditar neles?

E no consultório?  Como ter certeza que a criança range os dentes “toda noite”,  “às vezes”,  “raramente”, “quando está nervoso”…. Essa última então…  haja subjetividade!!!

Para diminuir o viés de memória dos adultos, sugiro a aplicação de um diário para essa observação. Um diário prospectivo para que possamos ter uma ideia (ainda assim grosseira) de como a criança apresenta bruxismo. Poderemos ter parâmetro sobre a frequência dessa condição.

diário bruxismo

Aspectos clínicos, como desgastes dentários, podem ser levado em consideração mas não são  totalmente confiáveis e tampouco devem fechar diagnóstico quando aparecem isolados. O consenso de 2013 sobre o tema determina níveis de diagnóstico e vale a pena ler e entender. Aliás, esse artigo é um daqueles  do tipo “obrigatório” para quem gosta do tema. Clique aqui 

Bem, nesse assunto de diagnóstico de bruxismo, a expert é a Juliana Stuginski-Barbosa que fez o doutorado nesse tema e no Dia do Bruxismo, essa parte da aula fica com ela. 🙂
Super Ju!!

Falando nisso, gostaria de agradecer ao pessoal de Porto Alegre que nos receberam tão bem! O nosso encontro foi na sede da ABORS e organizada pelo pessoal da AGEDOF (Associação Gaúcha para o Estudo e a Pesquisa da Dor Orofacial) Obrigada!!! 😀

selfie POA
Selfie #dbpoa 

E nosso próximo encontro será em Cuiabá, no dia 07 de maio – um sabadão 😀 . Tá aí! Ano tá voando!! E gostaria de encontrar muitooos odontopediatras nesses cursos pq nós precisamos saber sobre bruxismo de trás p frente e de frente p trás. A frequência maior é nas crianças…

Até a próxima! 😉

Ops… Nossa página no Face: https://www.facebook.com/diadobruxismo 😀

DB Cuiabá

Anúncios

6 comentários sobre “Barulhento, misterioso e do sono

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s